segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

PRISÃO ONDE OS DETENTOS TEM QUE PROCURAR EMPREGO PARA PODER COMER NA ÍNDIA

Foto: BBC
Na prisão de Sanganer, na cidade indiana de Jaipur, os presos ganham um teto para viver, mas não recebem dinheiro lá dentro, nem comida. Isso significa que, para sobreviver, eles têm de encontrar um emprego fora da cadeia, e ganham a vida em ocupações como as de operários ou motoristas, e até professores de ioga. 
Para chegar a Sanganer, todos eles precisam ter cumprido pelo menos dois terços de suas sentenças em prisões fechadas, e eles dizem que, em comparação com elas, Sanganer é liberdade.
Foto: BBC
O governo do Rajastão, aliás, teve de despejar prisioneiros que não queriam sair da unidade. Eles construíram suas vidas, com empregos estáveis e escolas para seus filhos, nesta vizinhança, da qual não queriam desistir ao final de suas sentenças.
No final de 2015, de um total de 419.623 presos na Índia, 3.789 (0,9%) eram mantidos em prisões abertas.
Foto: BBC
A única regra real, é que todas as noites os presos devem responder a uma chamada. Sanganer dificilmente parece uma prisão, exceto neste momento.
Ao pôr do sol, representantes do grupo dirigente eleito ficam no portão de entrada. Um detento com um microfone começa a registrar as presenças, chamando números de 1 a 450. Às vezes, ele pára em um dos números e repreende um prisioneiro por deixar lixo fora de casa.
Quem não estiver presente à chamada corre o risco de voltar para uma prisão fechada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário