quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Maceió: MULHER FOI MORTA POR FAZER SÍMBOLO DE FACÇÃO RIVAL EM FESTA

Joicy da Silva Alves, de 22 anos, saiu de casa na companhia de amigos e não voltou. Segundo familiares, a jovem sofria de transtornos bipolar, mas a família garantiu que ela não tinha histórico com drogas. 
Em entrevista a Polícia Civil afirmou que a jovem foi assassinada porque estava em uma festa com criminosos de uma facção criminosa e fez o símbolo de uma facção rival.
Nove pessoas suspeitas de envolvimento no crime, três mulheres e seis homens, já foram presos. Segundo a polícia, eles revelaram que torturaram e abusaram sexualmente da vítima, após saírem de uma festa na madrugada de domingo 10 de fevereiro.
O corpo, que foi desovado em um ponto de difícil acesso, estava em estado de decomposição e com o rosto desfigurado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário